} Hoje tem Versão Brasileira com o show do Pélico @ CB BAR!

18 03 2010

} Quinta-feira, 18 de março tem Versão Brasileira com Pélico @ CB BAR!

Cantor, compositor e guitarrista de São Paulo, Pélico leva sotaque da Mooca, coração de ouro, habilidade técnica e grandes canções de amor para a sétima edição do Versão Brasileira, projeto realizado toda quinta-feira no CB Bar, com curadoria de Romulo Fróes e da Agência Alavanca.

Bem acompanhado por Régis Damasceno (Cidadão Instigado), Jesus Sanchez (Los Pirata), Loco Sosa (Curumin, Los Pirata) e Wartão da Sanfona, Pélico retorna aos palcos da capital no dia 18 e traz o pop impecável de O Último Dia de Um Homem Sem Juízo (Monga Records, 2008), seu impressionante álbum de estreia.

Dramático, esperançoso e debochado, o cantor-compositor narra, em letras engenhosamente esculpidas, a dissolução de relacionamentos amorosos. “Há de ter coragem/Em suportar todos os olhos sobre ti/Já que poucos sabem se é melhor/Ter razão ou ser feliz”, declara em “Completo (a)”. Ao rock acelerado fundem-se as influências de Roberto Carlos, Paulo Sérgio e Odair José, bem como os sabores balcânicos.

“Em seu release, Pélico diz que sua música não é revolucionária, nem mistura grandes influências. Certo! Mas, talvez, seja isso que o faça tão original. Nada é o que parece ser em O Último Dia de Um Homem Sem Juízo. Suas músicas soam simples, simplórias até, na tradição do romântico brega dos anos 60/70. E são mesmo! Mas tal simplicidade é construída por instrumentistas excelentes e extremamente técnicos. Suas letras são descomplicadas, cabem na boca de qualquer pessoa, qualidade reservada só aos grandes letristas da música popular. E se atingem tal condição, certamente, foi por terem sido buriladas à exaustão, até o ponto de parecerem não pertencer a ninguém, como se caíssem de árvores – ‘que despenque um verso fácil/sem querer me redimir'”, descreve Romulo Fróes.

Para o show no CB, Pélico ainda promete mostrar composições do próximo CD, Que Isso Fique Entre Nós, a ser lançado no segundo semestre. Além da faixa-título, Pélico apresenta “7 Minutos de Solidão” e “Recado”. E, como é de praxe em seus shows, também abre espaço para homenagear parceiros musicais. “Céu de Cinema Americano”, uma das canções mais celebradas do Bazar Pamplona, ganha a voz do romântico incurável nascido na zona leste.

A discotecagem da noite fica a cargo de Tatiana Dias, ex-residente da saudosa Festa Brasa (Clube Berlin), e da cozinheira Katia Mello, entusiasta das boas batucadas.

Versão Brasileira
A noite é parceria de Romulo Fróes, um dos mais influentes cantores-compositores da geração contemporânea, com a Alavanca, que há dois anos dedica-se à fomentar e profissionalizar o trabalho de jovens talentos da música feita no país. Entre artistas consagrados na última década e novas apostas do pop experimental, a festa agrega e celebra, por meios de shows e DJs convidados, a fértil cena independente atual.

COMO? ONDE? QUANDO?
CB BAR
Onde? Rua Brigadeiro Galvão, 871 – Barra Funda
Quando? Quinta-feira, 18 de março às 22:00
Quanto? R$ 20 (porta) ou R$ 15 na lista (lista@cbbar.com.br)
Advertisements

Actions

Information

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s




%d bloggers like this: